Quais são as principais diferenças entre o cavalo Quarto de Milha e o Mangalarga Marchador?

Apesar de serem igualmente desejadas por muitos criadores, as duas raças apresentam diferenças significativas entre elas

Quarto de milha e mangalarga marchador - imagem ilustrativa

Aponta-se que há, no mundo, mais de 100 raças de equinos, com características singulares e diferentes aptidões. Dentre elas, duas se destacam: o quarto de milha, que foi a primeira raça criada na América desde 1600; e o mangalarga marchador, que é mundialmente conhecida por sua habilidade para o esporte.

Lúcia Viggiano, professora do Curso CPT Provas Equestres de Velocidade, ressalta que as diferenças entre as duas raças são perceptíveis não só fisicamente, como também em relação ao comportamento. Entretanto, ao mesmo tempo, possuem semelhanças e despertam a atenção de vários criadores de equinos.

Vale ressaltar que, além de bonitos e desejados, os cavalos quarto de milha e mangalarga marchador são animais muito valiosos e quase todos os criadores sonham em ter ao menos um deles em sua criação – ou, pelo menos, já têm. A seguir, fique por dentro das principais diferenças entre essas duas raças tão importantes para a equinocultura:

Em relação à origem

- Quarto de milha

É possível estabelecer uma diferença da origem dessa raça em relação ao mundo e ao Brasil. Mundialmente, essa raça surgiu nos Estados Unidos e foi registrada por lá em 1941, ao passo que, no Brasil, só foi introduzida alguns anos mais tarde, em 1955. Posteriormente, a ABQM – Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha – foi criada, em 1969, finalizando suas atividades em nosso país recentemente, em 2020.

- Mangalarga marchador

Ao contrário do quarto de milha, o mangalarga marchador é genuinamente brasileiro, originário do Sul de Minas, a partir do cruzamento de cavalos Alter da raça Andaluza com cavalos que já existiam nessa região. Possui uma associação ativa desde 1949, a ABCCMM – Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Mangalarga Marchador.

Em relação às características físicas e de personalidade

- Quarto de milha

Fisicamente, o quarto de milha é de médio porte e percebe-se que ele possui altura média, de aproximadamente 1,5m. Ainda, desperta a tenção das pessoas por possuir uma cabeça pequena em relação ao resto do corpo, que é musculoso e forte. No que diz respeito ao temperamento, os cavalos dessa raça são naturalmente dóceis, rústicos e inteligentes.

- Mangalarga marchador

A altura do cavalo mangalarga marchador pode variar um pouco mais do que a do quarto de milha, permanecendo entre 1,47m e 1,57m de altura na cernelha. Logo, é um animal de médio a grande porte, apresentando tronco, garupa e membros frontais e traseiros fortes, com paleta inclinada e comprida. Além de apresentar porte elegante e chamar a atenção em eventos com cavalos, é dócil, inteligente e detém temperamento adequado para sua utilização em vários esportes.

Em relação às funções da raça

- Quarto de milha

Comumente, os quarto de milha são utilizados para passeios de lazer, devido à sua docilidade. Também, apresenta aptidão para o esporte, haja vista que são animais muito velozes e ágeis na realização de movimentos. É, frequentemente, empregado na apartação, na baliza, na corrida, em vaquejadas, na prova das seis balizas e na dos três tambores.

- Mangalarga marchador

Se o seu objetivo são as cavalgadas e os passeios longos por trilhas, o mangalarga marchador é a melhor opção. Realiza um trote que garante mais conforto a quem o monta, evitando que impactos do caminho sejam projetados no cavaleiro. A montaria, além desse sentido, também pode ser esportiva, o que faz com que esse animal seja ideal para a doma clássica ou adestramento, a prova dos três tambores, o polo equestre, o salto e o hipismo.

Então, entre as duas raças, qual a melhor?

Em se tratando do quarto de milha e do mangalarga marchador, não é possível apontar uma raça que seja melhor do que a outra. A depender do objetivo de utilização do animal, uma se torna mais apropriada, mas isso não significa que a outra seja ruim. Como mencionado, essas duas raças de animais são muito desejadas por quase todos os criadores, pelas características que foram apresentadas neste artigo.

 


Conheça os Cursos CPT da Área Criação de Cavalos:

Provas Equestres de Velocidade
Como Montar e Manejar um Centro Hípico – Modalidades, Instalações, Manejo Sanitário e Primeiros Socorros
Aprenda a Montar e Lidar com Cavalos

Fonte: Vedovati – vedovatipisos.com.br
por Renato Rodrigues

Renato Rodrigues 03-07-2021

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.