Principais doenças de pele em equinos

É preciso identificar a causa da doença para que o tratamento dela seja eficaz

Medicação para doenças de cavalos

Doenças dermatológicas são muito comuns em equinos e podem ser causadas por vários fatores: infecções por fungos ou bactérias, reações a produtos químicos, alergias, contato com inseticidas e até picadas de insetos, precisando ser tratadas para que não provoquem prejuízos maiores aos animais.

O professor do Curso a Distância e Online CPT Como Avaliar a Idade e Pelagem de Cavalos, Orlando Marcelo Vendramini, explica que a pelagem é um dos elementos visuais mais importantes do cavalo, sendo necessário cuidá-la.

Por serem diversas as causas, é preciso identificar a que o animal apresente para que o tratamento seja direcionado e mais eficaz. Mas, ressaltamos que somente o médico veterinário está capacitado para tal.

Para o esporte, lazer ou até pra o trabalho, é preciso estar atento a essas infecções na pele, para que não haja prejuízo no rendimento dos animais. Conheça a seguir algumas informações úteis sobre as doenças de pele dos cavalos:

Principais doenças

- Astenia dérmica regional heteditária: observada em cavalos de raça por conta de uma fragilidade da pele, é caracterizada por coceira e ferimentos, diretamente no dorso, membros e pescoço;

- Inchaços não cancerosos e queloides: resultado de infecções e má cicatrização de ferimentos;

- Lesões cancerosas: é encontrada em animais de pelagem clara por consequência da exposição ao sol, podendo também se espalhar pelo corpo;

- Dermatofilose: de origem bacteriana, provoca erupções crostosas e escamosas em várias partes do corpo dos animais;

- Dermatite nos membros inferiores: de origem fúngica e bacteriana, podem levar à diminuição do pelo na região infectada, provocando até mesmo o surgimento de feridas;

- Parasitas ou picadas de insetos: causam coceira e irritação da pele, fazendo surgir vermelhidão, por consequência, feridas.

Fungos e moscas

Presentes no meio ambientes, fungos podem causar doenças nos cavalos que, geralmente, são resolvidas de forma natural. Porém, algumas podem ser mais sérias e atingir, também, os humanos, como é o caso da dermatofitose.

Lesões causadas por moscas, afetam a região da cabeça, orelha, peito, crina e base da cauda. Ainda há prurido intenso, principal responsável pelas lesões. Surgem a partir de picadas dolorosas feitas por moscas, mais comuns em tempo quente e sem vento, que se alimentam à noite.

É possível utilizar inseticidas e repelentes para combater a mosca e medicação apropriada que elimine o prurido, para controlar as lesões. Ácaros da sarna, que podem causar infecções fúngicas, também provocam o surgimento de prurido intenso, podendo atingir várias áreas do corpo do animal, espalhando-se à medida em que se tornam mais sérias.

 


Conheça os Cursos a Distância e Online CPT, da Área Criação de Cavalos:

Como Avaliar a Idade e Pelagem de Cavalos
Enquanto o Veterinário Não Chega – Atendimento a Equinos
Aparação de Cascos, Correção de Aprumos e Ferrageamento de Cavalos

Fonte: Portal Escola do Cavalo – escoladocavalo.com.br
por Renato Rodrigues

Renato Rodrigues 18-02-2019

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.