Aprenda a garantir a segurança de sua cocheira

A cocheira é o local onde o cavalo passa boa parte da sua vida

Cocheiras - imagem ilustrativa

Maria Gazzinelli, professora do Curso CPT Montagem de um Centro de Equiterapia, Seleção e Treinamento de Cavalos Terapeutas, ressalta que é importante que todos os locais onde os animais ficam sejam seguros para eles, sem oferecer risco de acidentes e sem prejudicar o bem-estar dos animais, como é o caso das cocheiras.

É nas cocheiras que os cavalos se alimentam, dormem, são manejados e passam boa parte do seu tempo. Por conta disso, oferecer a melhor cocheira para esses animais é um dos deveres dos equinocultores. E, quando se fala em “melhor”, não necessariamente significa que ela tem que ser luxuosa, apenas que consiga atender a todas as necessidades dos equinos de forma satisfatória.

A seguir, apresentamos algumas informações importantes para que você garanta que a sua cocheira é segura para os animais

Cocheiras e o clima

A depender da região onde a criação de cavalos esteja instalada, a construção da cocheira poderá ser diferente: em locais com temperaturas mais elevadas, é necessário que as cocheiras garantam sombra e circulação de ar para deixar o ambiente mais fresco; em contrapartida, cocheiras em locais mais frios têm a obrigação de explorar ao máximo a luz solar e de oferecer um quebra-vento.

O local

O local onde será instalada a cocheira tem que ser pensado a partir de diversas questões, como a saúde e a segurança. Além de possuir fácil acesso, deve disponibilizar um espaço para que a circulação de veículos, por exemplo, seja viável. Outro ponto muito importante é a proximidade e o acesso a piquetes.

Valorizar a luz natural é necessário para que o produtor consiga economizar com as cocheiras. Ainda, locais bem iluminados favorecem o manejo e o aproveitamento do ambiente, bem como facilitam a vida do criador e do animal.

As construções precisam privilegiar também a limpeza e higienização, pois locais sujos ou de difícil limpeza tornam-se ideais para que microrganismos nocivos se desenvolvam e, consequentemente, para que os cavalos fiquem doentes.

Drenagem

A drenagem da cocheira também é crucial, dado que os equinos costumam urinar na baia e sempre no mesmo local, acumulando o líquido. A instalação de grelhas é recomendada para pisos de concreto.

Corredores

A circulação de animais e de equipamentos é frequente nos corredores das cocheiras, o que os obriga a serem espaçosos. A partir de três metros, a largura já é considerada suficiente para o tráfego dos cavalos e dos itens utilizados no manejo. O piso pode ser de concreto, que é durável; de asfalto, que também funciona bem; de pedras, não muito recomendado; ou intertravado de borracha, que é excelente, mas é caro.

Parte elétrica

A atenção com a parte elétrica deve ser redobrada para evitar, por exemplo, incêndios, que podem consumir o local em pouco tempo. Uma checagem regular dos fios é vital para evitar esse tipo de problema ou outros acidentes.

Manutenção geral

A inspeção geral frequente se faz vital para manter o ambiente sempre seguro. Parafusos, portas, cochos, equipamentos e tudo mais o que houver na cocheira necessitam de manutenção regular para que os equinos não sejam prejudicados.

 


Conheça os Cursos CPT da Área Criação de Cavalos:

Montagem de um Centro de Equiterapia, Seleção e Treinamento de Cavalos Terapeutas
Como Montar e Manejar um Centro Hípico – Modalidades, Instalações, Manejo Sanitário e Primeiros Socorros
Aprenda a Montar e Lidar com Cavalos

Fonte: Arquitetura Equestre – arquiteturaequestre.com.br
por Renato Rodrigues

Renato Rodrigues 21-01-2021

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.